19 setembro 2008

Sei de que me serviu!

1 comentário:

Anna disse...

Atrevo-me a arriscar que no fundo, no fundo, sempre soubeste.