19 junho 2008

dedos

Não sei se as mãos ainda são suficientemente destras para manter duas rodas alinhadas, mas são estas os anéis que sobraram, agora que a vida mudou e há que ter uma maior atenção aos indicadores. Quanto a esses, convém seguir apenas para os que apontam para índices económicos, deixando de lado os que indicam a sinistralidade rodoviária - ou nem os aros rodavam.
Seja como for, mais devagar que antes, vamos lá desenhar trajectórias: porque se é verdade que "no pain, no gain", o medo desaparece ao sabermos que "no brain, no pain": e esta é a minha cara - mesmo que a cor laranja não seja a que mais se me adequa...

2 comentários:

Thunderlady disse...

E se for "sempre com cuidado"?

Laranja... só vendo.

Cai de Costas disse...

Laranja que até a podia guardar na cozinha.
Cuidado, sempre. Não obstante, dia 22...