12 outubro 2007

abaixo do nível do mar

O tempo está agradável, as pessoas aparentam um ar saudável e pedalam que nem loucos, sem respeito a peões nem automóveis.
Também por aqui o que mais tenho feito é esperar... que tenham tempo para me ouvir, neste caso. Mas como quem espera sempre atinge (*) e como quem espera desespera, estou por aqui, a meio entre o contágio da saúde e felicidade alheia e a ansiedade da espera que parece cada vez mais interminável.

E vão ser assim os próximos dias. Sempre a sorrir...
E com inveja destes gajos a quem nem o facto de terem de depositar o dinheiro deles num banco que se chama rabo parece afectá-los.


(*) eu sei que o verbo devia ser outro, mas este teclado não joga com todas as teclas.

3 comentários:

Thunderlady disse...

E eles sabem que o banco se chama "Rabo"? ;)

E como quem espera sempre alcança e tu sabes esperar, vais alcançar.

Bjoka

(Aproveita, aluga uma bicicleta e vai dar um passeio)

ZeM disse...

Boa estadia, porque a verdade existe... é o que te desejo

Cai de Costas disse...

Se não sabem, amanhã ficarão conhecedores: the ASSBANK.