18 dezembro 2008

ano novo...

Por ter decidido afogar um par de mágoas recentes, fui ao meu bar preferido.
Nesse local, que compartilhei já com uma parte importante das minhas pessoas preferidas, e na ausência das caras que me são familiares e que me acompanham naquelas conversas banais e de ocasião, dei por mim a meditar sobre considerações que teci com uma das minhas referidas companhias preferidas. E, sem que o tivesse programado, dei por mim a fazer uma retrospectiva do passado mais recente e a fazer uma lista mental das minhas new year's resolutions.
Com a ajuda de um jovem escocês, dei por mim a tentar finalizar um conjunto de medidas que têm vindo a ser delineadas ao longo dos últimos dias. Não sei se estão finalizadas, não sei se são as resoluções mais acertadas, não sei durante quanto tempo as conseguirei manter, mas julgo estar no bom caminho, com a prioridade plenamente definida: eu!

10 comentários:

Pipoca disse...

Curioso, também tenho ido ao meu bar preferido afogar algumas recordações. Também o partilho com as minhas "pessoas preferidas". As resoluções de ano novo são sempre um bom alente para vivermos mais para o nosso próprio umbigo, um empurrão. Se não durarem muito tempo, substitui-as pelo que te fizer mais feliz.
Um beijo da Pipoca

Anna disse...

Querer é poder...

Cai de Costas disse...

Mudarei, Pipoca, é o mais certo.

Anna, tens a certeza? Fará então sentido deduzir que quem não o faz será apenas porque não o quer?

Anónimo disse...

Há os locais preferidos que gostamos de compartilhar com as pessoas preferidas.
Há os locais que são preferidos exactamente por isso, porque os compartilhamos com as pessoas preferidas.

Bom mesmo é quando o caminho bom e o bom caminho são uma única via, de sentido único. Não sendo possível, o bom caminho será sempre aquele que não nos leve a becos sem saída.

b.m.

Cai de Costas disse...

b.m.
O caminho bom tem sido (quase)sempre diferente do bom caminho, de vias trocadas e cruzadas. Só no fim poderei dizer onde fui ter.

E gosto de acreditar que ainda estou longe do fim.

Thunderlady disse...

Às vezes os jovens escoceses parecem dar ajudas que mais tarde se revelam becos sem saída :)

Feliz Natal, Feliz ano novo: que perdurem e se concretizem as perspectivas.

Beijinhos

Anna disse...

Querer é poder, sim. Eu acredito que o impossível não existe.
Mas também acredito numa outra máxima.. o que não pode ser mudado, arrumado está. Haja sabedoria para o distinguir.

Cai de Costas disse...

Isso não é sabedoria, é desigualdade no acesso à informação.

My Space disse...

:-)

Sam disse...

Eu tb já sei o que quero pra 2009 : passar as noites todas fora a beber cerveja!!!

pois é cá estou eu agora e com casa nova!
abraçe d'obar!