13 maio 2008

hoje

Um dia, ao crescer, o filho deixará de ser filho; mas o pai nunca deixará de ser pai.

10 comentários:

pensamentosametro disse...

Pelo simples facto de crescer o filho também nunca deixará de ser filho.

Bjos

Tita

Thunderlady disse...

Discordo da primeira parte do pensamento. E filha serei toda a vida, desde que nasci até morrer. Mãe serei ou não.

Cai de Costas disse...

Por que não acreditam em mim...?

wednesday disse...

Não concordo. Irá ser sempre filho. Mesmo que as relações com o pai mudem. Mesmo que ganhe outros títulos. Pode é deixar de depender do pai, mas o laço está e fica lá sempre!

Fatima disse...

Eu até posso acreditar mas não concordo mesmo nada!

Thunderlady disse...

Se o escreveste tiveste os teus motivos. Não se trata de não acreditar - no meu caso - mas sim de discordar.
Também tu és filho. Antes de seres pai és filho, e mesmo quando os teus pais morrerem serás filho e mesmo quando tu morreres continuarás pai.

Um filho não deixa de ser filho, um pai não deixa de ser pai. Talvez haja pais sintam que os filhos o deixam de ser a dada altura. Talvez haja filhos, numa dada altura, tenham sentido que os pais não o são.

Pessoalmente sinto que agora que estou mais crescida sou mais filha do que fui antes e olhando para trás gostaria de o poder ter sido mais. Mas a vida altera-se para a frente e não para trás.

Cai de Costas disse...

Nem sempre escrevo por ter para tal motivos concretos, são muitas as vezes em que "debito" ideias.
Esta em particular tenho-a há algum tempo e acredito que num determinado momento de quebra de cordão umbilical a relação se altera: muito mais na perspectiva do filho, que ganha autonomia e conquista o seu lugar, do que na do pai, que mantém intacto (ainda que distante) o instinto de protecção.
E sim, isto é um resumo muito resumido sobre o assunto.

Thunderlady disse...

Não é obrigatório, creio, que tenham que haver motivos concretos para tal pensamento.
Somos nós, leitores, mesmo aceitando que tal tenha sido "debitado", livres de discordar com o teu pensamento?

Bjoka

Cai de Costas disse...

Sem censura, como sempre!

ZeM disse...

um dia, ao crescer ainda mais, o filho passará a ser pai do pai e tambem do filho...