16 novembro 2010

augenblink

Aqui, de negro, apenas a noite, que ainda assim é interrompida quase todas as noites por uma sequência ritmada de relâmpagos, que a tornam clara como o dia.
A cor predominante é o azul, profundo, a contrastar com as árvores vermelhas, e vem com um aroma magnífico que faz esquecer o habitual fedor que as doze horas de Sol sempre intenso faz flutuar no alcatrão quente das ruas.
História de encantar ou não, encantado ou não, tenho ainda imensa dificuldade em acreditar na verdade dela. De tão verdadeira que é.

4 comentários:

Tulipa Negra disse...

Não te percebo (olha que novidade...): se é assim tão verdadeira, qual é a dificuldade?
Beijinhos

Stiletto disse...

Que raio têm os estúdios a ver com isso? Ainda se falasses em Walt Disney Productions....

Patrícia Lemmon disse...

(...)sequência ritmada de relâmpagos, que a tornam clara como o dia (...)
só pra constar, eu adoro qdo isso acontece, ao mesmo tempo em que sinto um certo temor...
enfim, gostei do seu blog

beijos

cai de costas disse...

Ainda.