07 setembro 2009

a cor do crime

Seis e meia da manhã.
- Sim?
- Bom dia. Estou a falar com o sr. fulano de tal?
- Sim...
- Fala da esquadra. O sr. é o proprietário da moto com a matrícula 12-34-56?
- Sim...
- Sabia que a moto foi roubada?
- Não...
- Mas foi. Importa-se de vir até aqui apresentar queixa?
...
Seriam três da manhã quando um bando de quatro adolescentes entre os 16 e os 17 anos rondaram a porta da minha casa, conduzido uma carrinha roubada. Não sei se de modo premeditado, se impulso do momento, os quatro pegaram na moto e colocaram-na na traseira da carrinha. Por sorte minha, os polícias do carro patrulha suspeitaram da "cor laranja do objecto de grandes dimensões que estava dentro do carro", - embora na minha perspectiva tenha sido a cor do condutor a despertar a atenção dos agentes da autoridade - tendo perseguido a viatura que apenas conseguiram fazer parar depois de vários disparos.
Feita a queixa, tive que esperar que os CSI locais retirassem todos os elementos para poder levantar uma moto coberta da pó branco, que auxiliou a retirar impressões digitais, danificada pela condução apressada e certamente cega - ao que consta, a carrinha despistou-se ao quarto disparo, com os pneus vazios.
Pela segunda vez no espaço de semanas, depois de terem apreendido um larápio de 15 anos que roubou o telemóvel ao meu filho, as forças policiais revelaram-se eficazes no combate ao crime. Mas mesmo com uma eficácia a 100% (no meu caso), vou reforçar as trancas das minhas portas, que a taxa de criminalidade não irá baixar e a sorte não dura para sempre.

5 comentários:

Stiletto disse...

Ainda anda? Isso é que é importante..
Quanto ao tm... dar tms a crianças tem mais consequências que a conta mensal :-P

Reporter Da Vida disse...

:(

龍舌蘭之吻 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Tia Maria disse...

Roubem lá o que quiserem, mas a mota é que não.
Portugal está mesmo a precisar de mudar de rumo, está a ficar impossível viver assim.
Quer dizer, eu já não vivo em Portugal, mas tenho lá a família, não posso deixar de me preocupar.
Ainda bem que a burra apareceu, eu não ando de mota desde Julho e já estou a entrar em ressaca. lol
Cumprimentos da terra das tulipas.

Paulo de Almeida disse...

Ele há tipos com muita sorte.
Policia eficaz a 100%!
Quatro tiros, quatro pneus furados!
A mota recuperada à primeira e com pouco mais que uns riscos!
Essa do pó branco, noutros tempos, até podia ser uma vantagem, embora neste caso não me pareça!
Já para não falar do "dois em um" ao recuperarem a mota e a carrinha.
Só falta terem apanhado os larápios! Bandidos!
Ainda por cima acordarem um tipo às três da manhã com uma notícia destas!

P.A