07 novembro 2007

espreitar 7

O Sam é meu conhecido de longa data.
Sem nunca nos termos conhecido pessoalmente, falámos assiduamente durante um período de tempo a propósito de emprego - éramos leitores assíduos do defunto Substrato. Essas conversas nunca resultaram no encontrar de soluções laborais, mas proporcionaram-nos umas valentes risadas - o Sam tem um humor invejável, ainda que todas as frases dele tenham um círculo vermelho no canto superior direito do ecran.
Recente e totalmente por acaso (nem sei como), dei com um blog que só podia ser dele. Este contém verdadeiras pérolas, das quais destaco apenas uma, mais soft que as demais: no entanto, a grande maioria dos restantes conteúdos divertiram-me a sério.
Não recomendado a mentes menos preparadas para atitudes machistas absolutamente gratuitas e despropositadas, ou a linguagem do mais corrente que há. Os eventuais erros ortográficos são um bónus adicional.

13 comentários:

Thunderlady disse...

Reparei agora uma coincidência!

"Espreitar 7", publicado no dia 7 do ano 2007.

wednesday disse...

Pois, descobri este blogo nos últimos dias lol, ou melhor, primeiro o SAM descobriu-me a mim e eu fui também visitar o canto dele. Aquilo é de puxar os cabelos da cabeça, mas o melhor o melhor é rir. lol:P

Anónimo disse...

Thunderlady, que comentário mais cinzento e despropositado, nada tem a ver com o post. Mas enfim, os clichés estão na moda e as mulheres gostam.Aliás não é o seu 1º comentário infeliz.Antes o SAM, pelo menos dá para rir.

Thunderlady disse...

Anónimo, infeliz é ter que responder a este seu comentário que sim, realmente nada tem a haver com o "post". O meu, pelo menos, refre o título da entrada e a data. Ah, que distraída... o seu refere o "Sam".

Não tenho intenções de fazer rir ninguém, onde foi que leu isso?

Cai de Costas disse...

Doravante serão apenas aceites comentários em que seja eu ou este blog o alvo de críticas ou de simples má-língua.

Anónimo disse...

Acho que quem comenta com o nome thunderlady, é uma pessoa muita impulsiva e pouco receptiva a críticas, para além de pouco atenta e atenta, será que está de mal com a vida?
"Não tenho intenções de fazer rir ninguém, onde foi que leu isso?" Agora pergunto eu, onde foi que leu que queria que fizesse rir?. Quanto ao que comentou percebi perfeitamente, o que não aconteceu consigo quanto ao meu comentário qunto ao SAM...
Como temos censura, isto é, moderardor de comentários, o dono do blog que faça o que entender.

Anónimo disse...

Ainda dizem que não há censura.Ou se há não se aplica.Até na blogesfera existe.E a prova é que não publicam os comentários.Afinal isto também é um encontro para comunicar, criticar, discutir. Acaba por ser o bar que fica ao fundo da rua, por onde passamos para beber uma imperial antes de irmos para casa.Ou estou errado? Se acharem que sim, as minhas desculpas.

Cai de Costas disse...

Com esta merda toda, acabei por apagar o comentário do Sam, que era o que tinha mesmo piada.

O bar no fim da rua fica mesmo no fim da rua e, mesmo nesse, é reservado o direito de admissão: neste, sê-lo-á também e espero não necessitar de o exercer pela primeira vez ao fim de mais de um ano.
As críticas a comentários alheios são possíveis, claro, sempre que efectuadas de modo educado: não me pareceu o caso. Talvez devesse ter recusado à primeira, apenas não fui suficientemente atento ao conteúdo e, ainda menos, às consequências deste.
Por outro lado, afigura-se-me cobarde o modo anónimo como tais críticas são apresentadas.

Na blogosfera, tal como na vida real, quem não respeita não será bem vindo.
E aqui não haverá excepções.
O assunto encontra-se encerrado.

Cai de Costas disse...

Com esta merda toda, acabei por apagar o comentário do Sam, que era o que tinha mesmo piada.

O bar no fim da rua fica mesmo no fim da rua e, mesmo nesse, é reservado o direito de admissão: neste, sê-lo-á também e espero não necessitar de o exercer pela primeira vez ao fim de mais de um ano.
As críticas a comentários alheios são possíveis, claro, sempre que efectuadas de modo educado: não me pareceu o caso. Talvez devesse ter recusado à primeira, apenas não fui suficientemente atento ao conteúdo e, ainda menos, às consequências deste.
Por outro lado, afigura-se-me cobarde o modo anónimo como tais críticas são apresentadas.

Na blogosfera, tal como na vida real, quem não respeita não será bem vindo.
E aqui não haverá excepções.
O assunto encontra-se encerrado.

ThunderDrum disse...

Citando anónimo: "Acho que quem comenta com o nome thunderlady, é uma pessoa muita impulsiva e pouco receptiva a críticas, para além de pouco atenta e atenta, será que está de mal com a vida?"

-Acho que quem comenta como anónimo, é uma pessoa muito cobarde e pouco receptiva a críticas, para além de pouco educado e que pensa que está demasiado atento, será que está de mal com a vida?

A censura serve para todos, por exemplo, em minha casa entra quem eu quero e fala quem eu quero.

Um abraço CdC e desculpa a "acha"...

pensamentosametro disse...

Oh, rapaz tu tem calma e tu também, oh rapariga dos trovões, que se calhar este anónimo não é assim tão anónimo há que pensar que este ano andam para aí a antecipar o carnaval...Bem, bem na linha do Sam, que não só tem piada, como também bom gosto na escolha dos seus destinos de lazer, falo do que sei pois sou cliente deste "resort", ficou bem, não ficou? Bem, valendo-me do "amigo" Ramalho Ortigão, e especialmente dedicado a gente na linha deste anónimo? "... puta que os pariu!"

Bjos G. prometo nunca mais me portar mal aqui.

Tita

observador disse...

Tenho assistido de camarote e em silêncio a toda esta veborreia, concluindo que aqui não se aprende nada.Aos comentadores anónimos e, não anónimos dou 0.
O autor do blog ameaça com bloqueio, é natural, tem a faca e o queijo na mão.
O assunto encontra-se encerrado!!!!

pensamentosametro disse...

Arranjar uma vida é sempre o que aconselho a estes "anónimos" e "observadores", se no entanto não conseguirem, podem sempre alistar-se na GNR, consta que não é preciso ser-se muito inteligente, pode "arrear-se" à vontade na malta e a farda cumpre bem o vosso objectivo de vida: dar nas vistas!


Tita